Ozonioterapia

A ozonioterapia consiste na junção de dois gases: oxigênio (95%) e ozônio (5%). Em um aparelho, chamado de gerador de ozônio medicinal ocorre a mistura dos dois elementos que depois são aplicados no organismo do paciente.

O ozônio, gás composto por três átomos de oxigênio, tem propriedades analgésicas, anti-inflamatórias, antissépticas e analgésicas, ajuda a fortalecer o sistema imune e melhorar a oxigenação.

Conforme foram se descobrindo novas vantagens dessa técnica, a ozonioterapia também passou a ser empregada nos tratamentos estéticos faciais e corporais, tendo uma grande diversidade de indicações. Os principais benefícios da ozonioterapia na estética são:

. Melhora da circulação sanguínea e linfática;
. Quebra das células de gordura;
. Liberação de fatores de crescimento que promovem a regeneração dos tecidos;
. Estímulo à produção de enzimas antioxidantes;
. Controle dos processos inflamatórios;
. Vasodilatação pela liberação de óxido nítrico.
. A partir desses benefícios, essa técnica pode ser utilizada em vários procedimentos para o rosto e o corpo.

Ozonioterapia para gordura localizada
O ozônio tem a capacidade de oxidar os lipídios, incluindo aqueles que compõem a membrana que reveste as células de gordura (adipócitos).

Assim, a ozonioterapia pode ser aplicada nas regiões de gordura localizada, como abdômen, flancos, coxas, nádegas, papada etc., resultando na quebra dos adipócitos, o que facilita sua posterior eliminação pelo corpo.

Ozonioterapia para celulite
Além do efeito de quebra das células de gordura, o ozônio medicinal aplicado por via subcutânea estimula a produção de colágeno, a proteína que dá sustentação à pele.

Dessa forma, a ozonioterapia pode ser utilizada para tratar a celulite, pois essa técnica ajuda a desmanchar os nódulos de gordura e a melhorar o relevo cutâneo, deixando a pele mais lisa e uniforme.

Dependendo de cada caso, a ozonioterapia pode ser associada à mesoterapia e à drenagem linfática para potencializar o efeito de quebra e eliminação da gordura, aumentando seus benefícios no tratamento da celulite.

Ozonioterapia para o envelhecimento da pele
Os sinais do envelhecimento da pele surgem devido aos processos inflamatórios e à ação dos radicais livres que afetam as células cutâneas, dificultando a renovação do tecido.

Como a ozonioterapia proporciona efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes, ela pode ser utilizada para combater esses danos, preservando a aparência jovem e saudável da pele por muito mais tempo.

Além disso, essa técnica estimula a circulação sanguínea, o que aumenta o aporte de oxigênio e nutrientes para a pele, e favorece a liberação de fatores de crescimento, que são moléculas que induzem a regeneração do tecido cutâneo. Por fim, ela também aumenta a produção de colágeno e elastina, as proteínas responsáveis pela estrutura e o tônus da pele.

Dessa forma, a ozonioterapia pode ser utilizada para combater o envelhecimento da pele e melhorar a sua aparência, proporcionando benefícios como:

Clareamento de manchas;
Combate à flacidez;
Redução da papada;
Redução das cicatrizes de acne;
Suavização de rugas como pés de galinha, bigode chinês, linhas ao redor dos lábios etc.;
Tratamento de rugas escuras e profundas.
Uniformização do tom da pele.

Ozonioterapia